Review: World of Winx season 1

| |
Finalmente, a minha boa vontade de postar resolveu aparecer. Bem, ainda não é 100%, mas dá pro gasto. Espero que o triste dia dos namorados tenha passado numa boa para a galera solteira. Dia quatro foi meu aniversário, sim, a titia completou vinte e cinco anos, preparem o meu andador e ninguém toca no meu mingau. O que andaram aprontando nessa metade de mês, logo será julho e o Natal está quase batendo em nossas portas (de novo??)! Sim, eu mudei o layout, bem simplório, nem acredito que consegui. Ficou bem tumblr, acho... Espero que o tamanho de fonte esteja 10/10 pra vocês. ~

Então, vamos falar de coisa boa? Vamos falar de Winx Club? Sim! Aquele desenho amazing que você assistia quando pequeno(a)! Saiba que as fadas estão mais vivas do que nunca e com direito a especial Netflix! World of Winx, ou WoW, como chamamos para simplificar, é um spin-off promovido e dirigido pela Netflix. É bem emocionante para mim escrever este review, eu cresci acompanhando as aventuras de Bloom, desde sua descoberta até seu total amadurecimento como guardiã. Me deixa ainda mais feliz dizer que a segunda temporada de WOW já fez sua estréia no dia dezesseis, daqui a pouco, trago o review dela também! ~



História

Tecnicamente, as winx estão em uma missão secreta na terra, protegendo os sonhos alheios, porém algo estranho vem ocorrendo, pessoas com variados talentos somem e a única pista que as fadas possuem é um pó dourado deixado nas cenas de todos os crimes pelo misterioso "Ladrão de Talentos". Disfarçadas de caça-talentos, as moças precisam se dobrar em vinte para conciliar suas vidas duplas, mantendo seus disfarces, porém tudo muda ao conhecerem Annabelle, um novo poder é revelado e a luta pelos sonhos finalmente começa.

Analise rápida da titia

Linha do tempo: 

Eu sei que um spin-off foge da série e dos fatos ocorridos anteriormente, mas eu sou louca e gosto de ligar tudo direitinho...
Bem, se eu for analisar cada detalhe duvidoso que a série deixa, eu não vou acabar hoje. Devo levar em conta que, é uma série infantil e crianças não prestam muita atenção no enredo, sei disso por experiência própria, minhas priminhas só brigam pela Bloom e Musa(Musa rainha Bloom nadinha!), o resto, se prestarem atenção é lucro. Vamos começar com o básico, a linha do tempo. Eu presumia que os acontecimentos estariam ligados na terceira temporada, Enchantix, porém quando vi Roxy na abertura e, nos episódios, é claro que não poderia ser. Concluí que tudo ocorre depois dos acontecimentos em Alfea, quarta temporada, Believix onde as fadas vão para a terra. O que me deixou ainda mais abismada nesse tema foi: os humanos ainda desconhecem a magia. Na quarta temporada, as winx praticamente se revelam ao publico, tanto que, no inicio da quinta temporada, elas dão uma "festinha de arromba" na praia abusando de seus poderes mágicos. Como diabos isso seria deixado no ar?  Sendo assim, eu gosto de dizer que os acontecimentos do Spin-Off ocorrem durante a quarta temporada. Agora sim, estou bem melhor.

Dreamix



A transformação deste spin-off é muito melhor do que as recentes e tenho dito. Porém, existe uma briga feia entre os fãs mais velhos da série que é o motivo das fadas terem recebido o Dreamix, que, para eles é vago. No primeiro episódio, enquanto Annabelle realiza seu sonho (de cantar na frente de um grande publico), as fadas recebem uma dádiva. Não foi a mesma coisa com Roxy? Ela acreditou em magia e boom, as fadas receberam o Believix? Uma visão conjunta lhes mostra um novo poder e, ali, é concedido o Dreamix (nome escolhido por Stella no episódio 5). É muito óbvio que os poderes eram "surpresa" para as fadas, não era algo que elas buscavam, tipo Sirenix. O poder foi concedido em um momento muito bonito e emocionante. Essa chuva de criticas que surgiu quanto a origem do Dreamix é desnecessária. Eu acho que está mais do que claro. Alguém já assistiu TinkerBell uma Aventura no Mundo das Fadas? A lenda do filme conta que, no momento em que um bebê ri pela primeira vez, uma nova fada nasce. Em WoW foi a mesma coisa, no momento em que as fadas ajudaram uma pessoa a realizar/despertar um sonho (pela primeira vez, no caso), o poder foi concedido. Foi bonito e fez sentido sim, eu não entendi a chuva de criticas negativas, Charmix foi concedido de uma forma bem escrota (cada fada confiando, ou, se declarando pro seu macho alfa, explosão de glitter e chaaaaaaaaaaaaa cof cof cof aaaaarmix.) e ninguém reclamou. Paz mothafuckas, paz!

Analisando os traços...



Os traços da série são todos ao estilo "Couture", o que fez muito bem, as personagens ganharam um ar muito mais maduro e elegante. Até mesmo a infantil Stella, pra mim, a mais detestável das personagens, ficou mais aceitável. Mais uma chuva de criticas, nada de novo sobre o sol. Eita povo que não gosta de porcaria nenhuma, hein? Povinho complicado de se agradar. Se faz 2D é feio e sem inovação. Se faz 3D é feio quero 2D mito de volta. Se faz algo no capricho tá mais feio que o 3D, se eu fosse Iginio, mandava vocês pra putakeepareyou. A série toda é no estilo couture e tudo está bem feito. Belos cenários, belas paletas de cores e boa harmonização. É tudo agradável aos olhos. É isso que deve ser. O foco da produção é deixar as Winx bonitinhas pra faturarem uma boa grana, se você desgostou: Só lamentos e vida que segue, você não é obrigada!

Roxy não é uma Winx e mimimi

As Visões da Raven, digo Roxy!

Eu precisava desabafar sobre a pobre Roxy. Andei lendo aqueles comentários patéticos sobre a personagem. Para quem não entende porcaria alguma de "Winx"... Ela aparece na quarta temporada, descrita como a última fada da terra (perdeu Bloom!), a fada dos animais e, reza a lenda que era para ser a sétima Winx, porém a pobrezinha não foi aceita pelo fandom, nem mesmo pelas crianças, isso que eu chamo de flop. Uma pena, pois a participação dela nesse spin-off foi muito bacana. Pode ter sido curta, mas mostra que ela é muito útil em planos de ação e combate. Quero Roxy como sétima Winx, sim senhor! Se reclamar muito, Faragonda entra também e vamos dançar quadradinho de oito.

Trilha sonora

Você quer beleza? Flora tem.

SEE THE LIGHT INSIDE MY HAND? THE POWER OF DREAMIX. MAKES YOUR DREAMS COME TRUE, THATS THE MAGICAL DREEEEAAAAMIIIIIIIXXXXXX.



Aperte o play e sinta a purpurina, se a vontade de balançar a raba persistir, não resista! ~ 💜
Me empolguei, desculpem. A trilha sonora não me decepciona e nem me deixa impressionada. Tudo do jeitinho Winx de ser. Abertura, tema de transformação e encerramento são marcas registradas da série. Eu não tenho muito a dizer, é tudo bem normal aos meus ouvidos. Tem bons instrumentais de ação, boa música pop e, até mesmo, um rock pra animar a Musa! É uma série infantil, não se espera algo digno de GoT, né?

O que titia achou?



Eu sou suspeita pra fazer um review sobre Winx, né? Ai caramba. Tem muitos pontos questionáveis na trama, ela realmente deixou uma brecha boa para a segunda temporada, só me resta cruzar os dedos para que Lorelai disponibilize os episódios, aquela linda. Olhando assim, o tema do spin-off daria uma baita temporada, hein? É um tema bem mais "maduro" e interessante do que estamos acostumados a ver. Para ser sincera, eu desisti de assistir winx club por ter se tornado pobre em história. Não são as duzentas transformações por temporada que me prendem, sorry rainbow. No geral WOW chegou em um bom momento, boa história e número certo de episódios, nada muito pesado e nem enjoativo. Boa dose de humor(na real, até forçado!), tipico da série que liga o universo teen. Um bom uso de cores, como já citei e uma gama legal de personagens. Eu odeio aquele entupimento, sabe? Que a maioria fica no banco de reserva, isso rola, mas pelo menos todos ganham falas, ninguém banca a Neyde. Moda é um tema presente na franquia, nem preciso dizer, a galera está de parabéns, os figurinos das personagens são lindos, até mesmo os coadjuvantes estão perfeitos! Nada de novo sob o sol é o protagonismo exagerado de Bloom, eu sei que ela é a fucking protagonista da franquia, mas é o Clube das Winx e não o Clube da Bloom e suas escravas, "táquipariu". O que custa focar mais em outros personagens, Aisha e Tecna ficam só com as migalhas.
Uma coisa que me deixou  feliz foi a ligação das fadas com os sonhadores. É como uma ligação mágica entre uma fada guardiã e um humano. Pontos extras para Musa, apesar das poucas falas, como sempre, ela arrasou, Flora foi outra personagem que se destacou em minha opinião, finalmente, meu bebe! A parte que eu desgostei foi a inexistência dos especialistas, eu sei que eles torram o saco e "BloomxSky" é forçado pra caramba, porém eu queria ver o Hélia com os traços do couture style, esse macho da Flora é um escândalo de lindo, socorro!! Acho que já chega, né nom?
Sendo assim eu recomendaria fácil o spin-off para um conhecido/amigo. É gostoso de se assistir, não é extenso e dá pra curtir com as kids, uma boa pedida para dias de frio e chuva em que o tédio reina, bora magia winx??

Nenhum comentário:

Postar um comentário