On:
On that rainy day, you and I... The moment we didn’t say a word, only awkward silence flowed between us as it pushed us apart. With cold faces, now you and I will we be able to go back? I still long for even that last moment I’m still like that... Into the falling rain... Into my tears.
B'Days!
Best Taggies
Best blogs!
ALL

15 de jan de 2015

{ Review } Paradise Kiss

 Energética;
 Fazendo cálculos e guardando o troco do pão -n
  Sunny! <3
 ...
 ...
 Tumblr / Reino de Morango;




Bom dia coelhos favoritos! Como se sentem hoje? Espero que tudo esteja em ordem, isso incluí a alimentação de vocês também, já beberam água hoje? Eu espero que a resposta seja positiva, ou passo o chinelo em todos vocês. Faz um tempo que a titia Usagi não faz um review, certo? Adivinhem o que temos para hoje... Review!! ~risos~ 

Este review foi postado no Bunny Days antes do hiatus de um ano eu coloquei em rascunho e decidi repostá-lo agora, afinal de contas, é um anime espetacular! Já fiz um review de outra obra de Ai Yazawa, alguém lembra do review de "NaNa"? Caso não se lembre ou não tenha visto, basta clicar e ler. O anime de hoje é Paradise Kiss, um tema um pouco mais maduro, sem garotas mágicas e coisas do tipo, se não existirem problemas, continuem a leitura!




Para quem não sabe, ParaKiss (como é chamado pelos fãs), é uma obra de Ai Yazawa, que mistura suas duas paixões: a moda e os mangás. A adaptação para o anime surgiu em meados de 2005, se não me engano. Temos no total de 12 episódios.
A história segue uma colegial chamada Yukari, e a maneira como ela se esforça para viver à altura das expectativas irrealistas da mãe. Sem nenhuma espécie de sonho próprio, ela vive sua vida estudando sem parar, tudo isso para um dia alcançar o grande sonho de sua mãe: ter uma vida de sucesso com um bom emprego, mas, algo está faltando em sua vida.
Depois de um encontro casual com Arashi, um estudante de arte perfurado e excêntrico, Yukari acaba batendo de frente com o mundo do design de moda, e logo sua ambição fala mais alto. Confusa com a opção de se tornar uma modelo, a moça deve decidir se ela deseja viver a vida que sua mãe deseja para ela, ou seguir um novo e arriscado caminho.

História:
♥ ♥ ♥ ♥

Em primeiro lugar, a premissa de Paradise Kiss é bastante singular, quantas vezes você já viu um anime que se concentra na indústria de design de moda? Mais profundo do que isso, porém, é uma rica linha do desenvolvimento do caráter, que é desenterrado do começo ao fim. Do inicio ao fim da série, o ponto é a relação entre Yukari e George, um quase narcisista, que ela não consegue resistir.
Ele a trata mal, e ela desconfia de suas próprias emoções, mas ainda assim eles mantém uma relação. Outras relações também são exibidos, e cada um contém temas melancólicos semelhantes.
Paradise Kiss, como várias outras séries, antes disso, retrata um olhar muito realista em relacionamentos adultos. Em um anime típico, o clímax de todos os 26 episódios de uma série, é o momento em que dois personagens, em um relacionamento de longo prazo, finalmente decide se beijar. Eu não sei quanto a vocês, mas isso é um pouco bobo demais para mim.
ParaKiss chamou a minha atenção, também, por não se acanhar em abordar o tema: Sexo. Algo que raramente é mencionado no anime não hentai e não ecchi. Em geral, uma vez que os personagens estão agindo como adultos, faz com que os relacionamentos e as emoções sejam muito mais reais. Eu adorei a dinâmica e o conteúdo da história, soa como um drama bem realista. Imagine quantas meninas não passam por situações iguais ou parecidas? Definitivamente, vale a pena assistir.

Animação:
♥ ♥ ♥ ♥ ♥ 

Quando eu fui assistir o anime, me irritei muito com o fato das pessoas desvalorizarem os traços de Paradise Kiss. Oras, o anime foi produzido em 2005, não tínhamos altas tecnologias como temos agora, e, a grande maioria dos animes de hoje em dia são ricos em detalhes, porém pobres em história.
Eu tive 99% da minha atenção sugada pelo anime desde que a abertura começou. Harajuku é um dos lugares que eu adoraria visitar e fazer compras se, um dia, eu fosse ao Japão. Imaginem a minha alegria, então, de ver cenas reais de lugares como La Foret (um grande centro comercial). Algo bacana, é que, em cada episódio aparecem animais aleatórios que mostram várias imagens interessantes do Japão e o grande centro comercial, sem motivo aparente. Os traços dos personagens são muito diferente do que o normal. Os rostos são longos e bem detalhados, sempre acompanhados por corpos magros e com movimentos realistas. O Ângulo da "Câmera" é eficaz e ajuda a chamar atenção para o diálogo. Por exemplo, há uma cena em que dois dos personagens estão jantando, mas, tudo o que vemos são as tigelas de comida na mesa e como eles estão sendo manipulados. Uma boa jogada, você presta mais atenção ao diálogo.

Música:
♥ ♥ ♥ ♥  

Como a história e animação exalam estilo, a parte musical não poderia ser diferente. A música de introdução, "Lonely in Gorgeous", é incrivelmente cativante, é como uma pista de dança dos anos 80 com vocais de Tommy February6. Com uma trilha sonora recheada de J-pop, metal e punk tudo fica mais acolhedor. Os dubladores fizeram um excelente trabalho também, embora a seiyuu de Yukari soou um pouco velha para a personagem.



É realmente uma pena que a música, que é bem agradável, tenha recebido um PV péssimo como este, é engraçado como a cantora parece estar sempre entediada no próprio vídeo! XD

Personagens:
♥ ♥ ♥ ♥

Com um elenco diversificado de personagens excêntricos, é fácil tornar-se ligado às estrelas do Paradise Kiss.
 Yukari é ingênua, tirando a melancolia, completa ao egocêntrico e egoísta George. Yukari sempre se sentiu como um fracasso por causa das reações de sua mãe, e encontra consolo em uma vida agitada com George e os outros membros do Paradise Kiss. Sua falta de auto-estima a esmaga às vezes, e tem um forte efeito sobre os seus amigos e, obviamente, em seu relacionamento com George, um relacionamento que ela sabe que deve acabar, mas não pode obrigar-se a fazê-lo.
Relacionamentos quebrados, o ciúme que ronda a relação de Yukari e George, na verdade, estes temas estão entrelaçados em quase todos os relacionamentos que vemos. A mãe de George é retratada como uma versão mais jovem de Yukari, que luta com a auto-consciência. Miwako e Arashi, os dois principais personagens secundários, vivem uma relação igualmente conturbada devido a motivos incompreendidos e acusações infundadas. Mesmo a Isabella, que na verdade é um homem que se veste como uma dama aristocrática, guarda sua dores e tristezas para si. Enquanto outras pessoas descrevem os personagens como retardados (no caso de Miwako), e os vejo de forma realista e chega a ser triste, o último episódio, mostra a vida dos personagens de uma boa forma, isto deixa o final bem "doce", mostra que finalmente todos conseguem crescer e alcançar seus objetivos.

Linha de pensamento:

Eu encontrei em ParaKiss respostas para algumas de minhas perguntas. Me senti na pele de Yukari por muitos momentos, talvez seja por este motivo que eu tenha me apegado tanto ao universo do anime. Ai Yazawa conseguiu criar uma maravilhosa mistura de estilo, personagens excêntricos e relacionamentos perturbados. Isto definitivamente não é uma série "feliz e cheia de cores", e pode ser considerada deprimente. No entanto, eu aprecio o olhar realista sobre os relacionamentos dos personagens. Ele não é um anime cheio de garotas com peitões e mini-saias, não existe guerreiros, cartas mágicas ou meninas se transformando em heroínas... Ele é diferente do que vocês já viram até aqui, mas, eu acho que é seguro dizer que, se você assistir apenas alguns episódios, você com certeza gostará.

  • Gênero: Romance, Drama; 
  • Obra por: Ai Yazawa
  • Transmissão original: 13.10.05 / 29.12.05; 
  • Número de episódios: 12; 
  • Nota final: 10/10;




Espero que tenham gostado do review, desculpem, ele ficou muito extenso. ;u;

Até breve!
Bring me Back to the Summer Storms with You and I...

2 comentários:

  1. Estou sim bebendo muita água! Até porque nesse calor insuportável não tem como não tomar, senhor. Eu nunca assisti um anime "maduro", que não tivesse magia nem nada porque eu sempre gosto de "sonhar" e imaginar coisas mágicas e esse anime já me chamou atenção justamente por se tratar da realidade e por envolver moda. Somente 12 episódios? Começarei a ver hoje mesmo! Obrigada pela review!

    ★ We♥Asia | www.wh-asia.net

    ResponderExcluir
  2. Olá Usagi o/
    Ah, eu estou bebendo tanta água, em são paulo está muito quente, estou quase me sentindo squirtle já -nn
    O opening é melhor que o pv da Tommy XD
    Gostei muito do anime e vou assistir com certeza só pela relação entre Yukari e George. <3 Amo quando tem esse tipo de relação no anime, apesar disso não sou muito fã do romance. Mas vou assistir ^^
    Bom, ficando por aqui. Beijos :)

    http://nasetet.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Layout feito por Roh A.Ramos | por favor não copie nada. Todos os direitos estão reservados © 2017.